Selected a language:

Sono feliz: Aprenda a dormir melhor

Nos prédios residenciais, a legislação do código de obras da municipalidade é rígida quanto à dimensão dos compartimentos habitáveis (salas e quartos), dos vãos de iluminação e ventilação e dos prismas (áreas livres).

 

Porém, como a maior parte da decoração interior, principalmente o layout do mobiliário geralmente fica a cargo do proprietário, que por desconhecimento das técnicas da Radiestesia e Feng Shui, acaba causando estagnação no bom fluxo energético das residências. Como 1/3 de nossas vidas passamos no quarto, precisamos de uma atenção especial na sua harmonização:

 

- Que a estrutura da cama seja em madeira e não de ferro. Do contrário, instalar um fio de cobre nu como terra para descarregá-la, preso em uma das pontas à cama, e a outra extremidade encostada no piso frio ou mesmo na parede;

 

- Como habitamos no hemisfério sul, devemos posicionar a cabeceira da cama para o norte magnético. Se não for possível, utilizar uma placa radiônica SCAP (Símbolo Compensador André Phillipe) entre o colchão e o estrado da cama;

 

- Que a cama não fique com sua cabeceira sob uma janela. Esta posição poderá passar uma sensação de insegurança para a pessoa. Se não for possível outra posição, utilizar cortinas pesadas fechadas à noite, ou pendurar prisma de vidro com água ou dispersor esférico em cristal facetado como cura exatamente no vão de janela;

 

- Evitar posicionar a cabeceira da cama para o pano de parede em que se localiza a porta de entrada no quarto. A pessoa ficará sempre intranqüila, com a expectativa de que será surpreendida a qualquer momento por uma energia ou pessoa entrando no quarto. A cura poderá ser um espelho na parede oposta, de modo a permitir que a pessoa deitada visualize a porta;

 

- Não colocar a cama com os pés voltados para a porta do quarto. Esta posição é preocupante para os chineses, pois gera perda de energia para quem dorme, em lugar de reabastecer as energias para quem procura descanso. Tanto na China quanto no Brasil, a posição "deitado com os pés para porta", simboliza os velórios. O melhor é não dispor sua cama nesta posição. Se não for possível, a cura é a instalação de um biombo entre a cama e a porta, fazendo com que as energias externas sejam desviadas e não atinjam diretamente as pessoas deitadas, ou que seja mantida a porta do quarto fechada durante a noite;

 

- Que a cabeceira da cama não fique afastada da parede para não simbolizar mesa mortuária, como nas capelas dos cemitérios;

 

- Que a cama não possua cabeceira com o centro arredondo e as extremidades niveladas como uma lápide de sepultura;

 

- Evitar colocar a cama com a cabeceira em diagonal com um canto do quarto, para evitar um vazio estagnando a energia. Se não for possível, preencher o vazio triangular com um baú para roupas de cama, ou uma prateleira no nível imediatamente superior ao da cabeceira, de modo a desaparecer o tal espaço;

 

- Existindo armários, móveis gaveteiros e estantes, evitar que estes se posicionem em vãos centrais de paredes, de modo a não bombardearem a cama com as perigosas flechas de energia de forma, geradas a partir das arestas (quinas). O melhor é preencher os cantos do quarto com estas peças do mobiliário;

 

- Não cultivar plantas nem tampouco manter jarros com flores no quarto durante a noite;

 

- Evitar espelhos aparentes no quarto, de modo a não refletir o rosto de quem está dormindo. Você pode revestir a parede da cabeceira da cama com espelho. Nunca espelhar o teto do quarto. Esta posição é usada em demasia nos motéis, onde a permanência dos hóspedes é curta. Outras posições serão possíveis, como o revestimento de uma parede ou portas de armário, começando há um metro do piso. Nesta posição, a pessoa só seria refletida quando sentada na cama. A melhor posição para o espelho é no interior das portas dos armários, e nas paredes do closet. Se for inviável a retirada do excesso de espelhos, utilize cortinas finas para cobri-los à noite;

 

- Que a cama não seja embutida em guarda-roupa, de modo a evitar o maleiro sobre a cabeça de quem dorme. Se não for possível evitar, recomendamos utilizar sob o fundo do maleiro, uma placa radiônica em plástico com o circuito cobreado chamada SCAP (Símbolo Compensador André Phillipe), para neutralizar a nocividade das ondas de forma, projetadas sobre quem está dormindo;

 

- Que o teto não possua vigas aparentes na direção da cama. Se houver uma viga transversal; isto é, paralela à cabeceira, a pessoa poderá ter sono intranqüilo. Se a viga estiver ao logo da cama; em sentido longitudinal, a tendência é gerar separação do casal. A solução seria rebaixar todo o teto com gesso, lambris de madeira ou de PVC;

 

- Não deve existir banheiro sobre o quarto, principalmente na direção da cama. Esta posição trás para as pessoas uma desmotivação e até pré-disposição a doenças. A solução é deslocar a cama da direção do vaso sanitário e do ralo sifonado, e colar no teto ou mesmo embutir no rebaixamento, uma placa radiônica SCAP para neutralizar a nocividade destas instalações sanitárias;

 

- Os quartos devem ser bem iluminados e ventilados naturalmente. Devemos abrir as janelas sempre que possível para permitir a entrada do sol, e haver uma troca energética;

 

- Os quartos não devem ser posicionados sob caixas d'água de modo a não serem atacados em demasia pelo elemento água. As pessoas poderão se sentir afrontadas, com crises respiratórias e, em alguns casos, acontecer infiltrações gerando fungos que vão vampirizá-las. A solução é instalar um cristal esférico dispersor no centro do teto, com distância de 9 centímetros, por um fio de nylon;

 

- Que as instalações sanitárias de água e esgoto dos banheiros e cozinhas não estejam coladas à parede dos quartos e cabeceira das camas. Estando, deve-se usar o gráfico radiônico SCAP colado à cabeceira ou mesmo na lateral da cama, e voltado para a parede onde está localizado o problema. Outra possibilidade da neutralização energética é a de revestir parte da parede com manta de chumbo flexível, de espessura 0,5 mm, e protegida por um material melamínico tipo fórmica;

 

- Não deve existir TV a cores com seus controles remotos, computadores, telefone e rádio digital de cabeceira no interior do quarto. O ideal é que existisse um disjuntor para que ao final do dia desligássemos toda a energia elétrica para termos um sono tranqüilo. Como não nos é possível retirarmos tudo isto, sugiro que se coloque sob cada aparelho, uma placa SCAP para neutralizar o campo eletro-magnético formado pela emissão de raios nocivos emitidos por ondas de rádio, de TV, e de telefonia;

 

- O quarto não deve ser localizado sobre a garagem devido à emanação de gases dos veículos e da instabilidade emocional que pode atacar a pessoa, devido ao entra-e-sai de veículos vibrando a estrutura do prédio com o ruído dos motores. A sugestão é a de pintar o quarto na cor verde claro e colocar um dispersor esférico em cristal na janela de modo a estabelecer uma barreira energética do interior do quarto com o exterior;

 

- Sendo o quarto uma suíte, manter a porta do banheiro fechada para que a energia Chi não se escoe pela rede do esgoto sanitário. O ideal seria instalar um cristal esférico no portal do banheiro, ou um espelho octogonal liso fixado na parte externa da porta, numa altura média das pessoas da casa;

 

- Se o quarto estiver localizado no sótão ou água furtada do telhado, evitar que as camas fiquem sob as janelas clarabóias. Esta situação poderá trazer intranqüilidade numa noite de sono;

 

- Não cultuar imagens de santos no quarto do casal. Poderá haver o choque de egrégoras "sexo e religião";

 

- Não acender velas no interior do quarto;

 

- As cores das paredes e teto podem ser definidas através de um trabalho pendular checando a cor tônica ou de nascimento das pessoas que vão usar este compartimento. Outra solução é a de pintar a parede onde está localizada a cabeceira da cama, com uma cor viva e as restantes em branco neve. Se os ocupantes do quarto forem pessoas tensas ou agitadas, use uma cor fria como a cor azul (qualquer tom) na parede da cabeceira. Se forem calmos, você pode usar uma cor quente como: terracota, laranja ou amarelo. Devemos evitar o vermelho neste compartimento por ser uma cor quentíssima;

 

- As luminárias devem ter luz indireta. O foco luminoso deve ser dirigido para o teto ou paredes; a não ser que seja um spot para leitura;

 

- O mobiliário não deve ter quinas vivas; e sim chanfradas para evitar ataques de ondas de forma;

 

- Os armários não devem guardar roupas ou objetos de pessoas falecidas;

 

- Que não hajam fotos de pessoas falecidas em porta-retratos sobre o mobiliário. O ideal é guardá-las em álbuns de fotografias, ou em envelopes pretos em gavetas;

 

- Evitar quinquilharias (jornais velhos, revistas, calçados e objetos em desuso) amontoadas nos cantos do quarto;

 

- Quartos oblíquos; isto é, com formas irregulares, devem ser tratados com especial atenção, utilizando-se um cristal dispersor esférico pendurado no teto, próximo à parede que está a tal desarmonia no paralelismo com as demais;

 

- Se existirem pilares salientes das paredes no interior do quarto, tratá-los com a pintura de setas duplas em esmalte incolor fosco, eqüidistantes em 20 centímetros, para desviar as flechas de forma ou "Shars";

 

- Evitar o acúmulo de livros sem terem sido lidos sobre as mesas de cabeceira, para não intranqüilizar o sono das pessoas;

 

- Não possuir prateleiras sobre a cabeceira da cama;

 

- Evitar revestimento do piso do quarto em ardósia ou granitos marrons. Estes materiais podem exalar o gás radônio;

 

- Evitar que o quarto fique localizado sobre lençóis subterrâneos de água, rede de esgoto abandonada, gasoduto ou rede elétrica de alta ou baixa tensão.

 

Por Dirceu Galhardi - consultor em Radiestesia, Feng Shui, e Cromoterapia

E-mail: dirceugalhardi@infolink.com.br

Outras notícias

Comentários

    Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Obrigado! Seu comentário foi enviado

Oops! Algo de errado aconteceu ao enviar seu comentário :(

Destaque do youtube:

Escolha o Idioma: